FUNDEPEC/AM

Bem-vindo.

OBJETIVO DO FUNDEPEC/AM
Fundo garantidor sanitário destinado à indenização de pecuaristas que tiverem animais sacrificados em decorrência de ações febre aftosa no Estado do Amazonas e também para apoiar os trabalhos de defesa agropecuária do setor público.

DOS RECURSOS DO FUNDEPEC/AM
Sendo uma Associação Civil, sem fins lucrativos, o Fundo é constituído por recursos oriundos de contribuições, doações e subvenções de associações de produtores, empresas agropecuárias, industriais, comerciais e de entidades privadas, em favor da melhoria tecnológica da pecuária.

O QUE O FUNDEPEC/AM REPRESENTA
O FUNDEPEC/AM tem como área de atuação todo o território do Estado do Amazonas. São objetivos do FUNDEPEC/AM participar das ações inerentes à defesa sanitária animal no Estado do Amazonas, voltados para o controle e à erradicação da Febre Aftosa. Defender os interesses gerais e comuns do setor da produção animal no âmbito estadual e nacional. Efetuar o pagamento de indenizações aos produtores rurais, na hipótese de sacrifício ou abate de animais para fins sanitários, nas doenças pré-definidas, de acordo com sua disponibilidade de recursos financeiros e mediante aprovação do seu Conselho Deliberativo. Apoiar, com recursos humanos e financeiros, as ações de emergência sanitárias na doença de Febre Aftosa. Apoiar campanhas de desenvolvimento da Defesa Sanitária Animal no Estado do Amazonas.

Informações e Notícias

QUAIS OS BENEF͍CIOS DO FUNDEPEC/AM? FUNDEPEC/AM vem em um momento importantíssimo, quando estamos próximos de conquistar a ampliação para todo o território amazonense da classificação de livre de aftosa com vacinação. A erradicação da febre aftosa abre perspectivas para uma maior rentabilidade das empresas rurais. Cria oportunidade para o crescimento da produção animal, com melhores fluxos de distribuição. Além de evitar impactos sociais e econômicos que a doença traz para os pecuaristas. POR QUE ERRADICAR A FEBRE AFTOSA? A erradicação da febre aftosa abre perspectivas para uma maior rentabilidade das empresas rurais. Cria oportunidade para o crescimento da produção animal, com melhores fluxos de distribuição. Além de evitar impactos sociais e econômicos que a doença traz para os pecuaristas.